Banco de Dados e Controles Estatísticos

 Ao passarmos a ser responsáveis pelo gerenciamento das compras de matérias primas, na América Latina, observamos que não havia controles eficientes para essas matérias primas que nos permitisse desenvolver um trabalho com resultados sólidos.

 Não tínhamos verba para a execução desse serviço, por terceiros, além do que tínhamos resistência interna para conseguirmos iniciar o levantamento, juntando-se a isso estávamos na empresa há apenas 4 meses e não tínhamos pleno conhecimento dos sistemas utilizados em nossa área.

 Apesar das dificuldades desenvolvemos um banco de dados de todas as matérias primas compradas na América Latina nos últimos 12 meses.

 Em apenas 2 meses conseguimos montar um banco de dados que nos dava todas as informações, dos últimos 12 meses, das matérias primas compradas, sendo que as mesmas eram demonstradas por: Região, País, Planta, por Comprador, por Fornecedor, por Tipo de Negócio, e por diversas outras formas que poderíamos estar interessados, uma vez que o banco de dados foi desenvolvido em excel e nos possibilitava fazer diversos tipos de filtro para obter as informações que queríamos.

            Através desse banco de dados passamos a ter controle de todas as matérias primas compradas, o que nos possibilitou melhores negociações com os nossos fornecedores, pois sabíamos exatamente quanto e o que  comprávamos deles, em toda a América Latina, o que nos possibilitou obter economias anuais de US$5,000,000.00.

            Esse banco de dados ainda nos possibilitou desenvolver controles estatísticos,  a saber: 

1.   Quantidade de Pedidos Recebidos divididos por faixa de valor comprado, ou seja, “X” pedidos comprados no valor de US$1,00 a US$10,000.00, de US$10,001.00 a US$50,000.00, de US$50,001.00 a US$200,000.00, acima de US$200,001.00, e assim por diante.

2.   Relação dos principais fornecedores, com a informação do que havíamos comprado deles, nos últimos 12 meses, para que unidades/países, quantidade comprada, preço pago e total comprado nesse período. 

3.   Quadros estatísticos demonstrando a evolução dos preços das matérias primas por: Fornecedor, Produto, País, Planta, Região e, principalmente, por comprador o que nos possibilitou acompanhar se os mesmos estavam conseguindo economias reais ou não, para todas as matérias primas sob sua responsabilidade e não apenas sobre uma ou outra, proporcionando ainda, uma competição sadia entre os mesmos. 

 

volta